fbpx

Heroínas da Manutenção: Vanessa Mitri

No texto de hoje homenageamos Vanessa Mitri, Coordenadora de Manutenção na Continental em Ponta Grossa – PR. Conheça a trajetória ascendente dessa heroína da manutenção que sempre buscou acumular novos conhecimentos e desafios até chegar onde chegou, já tendo passado por quatro estados e por empresas de diferentes setores.

 

 

Quebrando paradigmas desde cedo

Nascida em São Luís, no Maranhão, Vanessa cresceu e se desenvolveu educacionalmente na região, se formando em engenharia de produção. Já na faculdade ela notou a disparidade entre quantidade de mulheres e de homens: dos 30 estudantes da sala, apenas 3 eram meninas.

Ainda é comum não se associar muito a figura feminina a esses cursos de exatas, mas a situação tem mudado com o tempo.

Vanessa iniciou a carreira profissional com um estágio de planejamento em São Luís – MA e fez ainda, posteriormente, um estágio em Gestão de Contratos e Gestão de Desempenho na Vale. Com o tempo, porém, percebeu que na região não havia um mercado tão grande na área de planejamento de manutenção que fomentasse seu desenvolvimento e se mudou para São Paulo, onde passou quatro anos estudando planejamento de manutenção e completou um MBA em Gestão da Engenharia da Manutenção e uma pós-graduação em Gestão de Projetos.

Nessa época, atuou como analista de planejamento no Hospital Israelita Albert Einstein, acompanhando manutenções preventivas e corretivas e análise de indicadores de desempenho. Foi lá que percebeu sua paixão por manutenção e disse para si mesma “é com isso que quero trabalhar até o fim.” Ela adora a área por ser muito dinâmica e não haver um dia que seja igual a outro. Os desafios também a encantam muito. Ela se sente motivada a resolvê-los e buscar sempre novas tecnologias para implementar, para não cair em uma mesma rotina.

Sua próxima aventura foi trabalhando no Pará na Norsk Hydro como engenheira de planejamento. Ela participou do projeto de implantação do depósito de resíduos e acompanhava melhorias do projeto em si. No total ficou três anos e meio no Pará, e nesse período foi aumentando suas responsabilidades chegando ao cargo de supervisora de planejamento. Sobre ter passado tanto tempo longe da família, comenta que sempre foi muito determinada e que o céu é o limite. “Eu senti saudades da família sim, mas tenho tudo isso muito bem resolvido dentro de mim.”

Após sua experiência no Pará, decidiu buscar novos desafios no Paraná e começou a trabalhar na Continental. “Meu objetivo era sair da zona de conforto!” Lá, cuida da área de correias transportadoras e coordena uma equipe de 18 técnicos de manutenção.

Equipe de trabalho de Vanessa Mitri

Mulher de garra

Ela conta sobre o desafio que é ser mulher em ambientes industriais e que já teve muitas experiências desagradáveis. “Já ouvi de pessoas ao meu redor que lugar de mulher é na cozinha e que ‘mulher não manda em mim’. Ouvir essas coisas me deixou inconformada.”

Para Vanessa, quando uma mulher atinge cargos de liderança, é porque ela teve que fazer dez vezes mais que os homens para chegar ao reconhecimento e incentiva outras mulheres:

Usem essa dificuldade a seu favor, como alimento para buscar quebrar esses paradigmas.

Entre as batalhas do dia a dia e pausas

Com a situação da pandemia de Covid-19, conta que não houveram muitas alterações no modo com que sua área opera na Continental porque a fábrica não para. “A rotina é puxada sempre!” Ela entrou recentemente na empresa como coordenadora de manutenção, em agosto de 2020, e tem se adaptado aos processos buscando sempre atuar rapidamente nos problemas que aparecem. Seu maior desafio tem sido planejar toda a manutenção na Continental, pois são muitos processos novos envolvidos e se trata de uma empresa de grandes proporções.

Em seus períodos de descanso, ela gosta de ver séries, filmes, viajar para o Maranhão e passar um tempo com seus afilhados que ama muito.

Também adora estudar para atualizar seus conhecimentos e ir a restaurantes.

A TRACTIAN agradece de coração e parabeniza a Vanessa por ter compartilhado sua trajetória e torce muito pelo sucesso de seus próximos passos.