Capa

A importância das métricas para a manutenção

Manter um acompanhamento dos indicadores de manutenção permite uma operação mais eficiente, assertiva, além de melhorar o gerenciamento dos recursos internos da empresa. E as métricas de manutenção fazem parte desses indicadores. 

As métricas de manutenção são informações obtidas em forma de números, usadas para rastrear o status de um processo específico, como por exemplo, o número de ordens de serviço que o departamento de manutenção recebe em um dia.

Na prática, essa ferramenta é responsável por levantar informações estratégicas sobre o desempenho das atividades implementadas, resultados, déficits, investimentos e outras características importantes, para que o gestor possa tomar a melhor decisão e aperfeiçoar as operações.

Mas você deve estar lembrando de outro indicador de manutenção parecido com a métrica, o KPI (Key Performace Indicator ou Indicadores de Performance). A diferença entre eles é que os KPIs conectam o progresso ao desempenho, e as métricas conectam o desempenho à ação. 

Em suma, os KPIs são o alvo que você mira e as métricas são as flechas que você usa para acertar o alvo. Seu KPI de manutenção pode ser o tempo de inatividade e as métricas que você mede para esse KPI podem incluir o MTTR (Tempo Médio de Reparo) ou a precisão do inventário, por exemplo.

Conheça outros indicadores de manutenção nesse artigo

Pensando na finalidade da sua utilização no setor industrial, trouxemos neste artigo informações que você precisa saber sobre as métricas e que irá ajudar na sua rotina de manutenção. 

Os 3 diferentes tipos de métricas

A manutenção industrial possui três tipos de métricas que podem ser definidas como:

  • Métricas operacionais: a eficiência é uma necessidade na manutenção industrial, assim como nas pessoas, ambos estão interligados. Por isso, quando o desempenho da equipe é medido, fica mais fácil eliminar as ineficiências, redundâncias e a manutenção reativa. As métricas operacionais ajudam a gerenciar o time para que possam atingir a melhor performance. 
  • Métricas de desempenho de ativos: os ativos são os produtos sobre os quais a empresa é construída, por isso é indispensável, para que o equipamento funcione de maneira confiável e por um bom tempo, medir o seu desempenho. As métricas de ativos permitem o rastreamento da maneira como a manutenção impacta no desempenho dos ativos e garante que o equipamento funcione sempre como deveria, sendo uma das principais variáveis no cálculo do OEE. 
  • Métricas de inventário: Uma boa gestão de estoque é derivada de uma boa manutenção. Quando um componente está no local correto, as tarefas são realizadas de forma mais rápida e certeira. As métricas de estoque fornecem informações necessárias para o gestor tomar as melhores decisões sobre peças de reposição e ajuda na excelência da sua manutenção, bem como no controle dos custos operacionais. 

As métricas como ferramenta para melhorar a gestão

Podemos ressaltar que as métricas de manutenção não são tão eficazes quando não são levadas a uma mudança real na organização. Existem muitas maneiras de usá-las para melhorar a operação nas áreas que mais importam para a empresa.

Elas devem ser utilizadas principalmente para melhorar a gestão dos ativos dentro das equipes de manutenção, e os seus benefícios, quando aplicadas corretamente, principalmente são:

  • Menor tempo de inatividade dos equipamentos;
  • Melhora na saúde e segurança da equipe e ativos;
  • Redução de custos operacionais ;
  • Melhora na eficiência;
  • Valores da manutenção em mãos;
  • Maior OEE.
Procedimentos gerados a partir das métricas na plataforma TRACTIAN 

Como rastrear as métricas?

Com tanta evolução e inovação no setor industrial, as métricas também foram atualizadas. Atualmente contamos com softwares que são capazes de automatizar as métricas e possibilitam o acompanhamento em tempo real do que realmente precisa ser feito e está acontecendo. 

Como já sabemos, as métricas permitem que o operador consiga acompanhar, de maneira online, leituras e medidas que são feitas offline. Além de possibilitar a criação de automações para elas. 
Se você possui um ativo em que precisa monitorar o nível de óleo ou água constantemente, essa funcionalidade irá agregar ainda mais na sua rotina. A plataforma da TRACTIAN possibilita a criação de métricas para acompanhar o nível do que está faltando na sua máquina, por exemplo.

Acompanhamento das métricas na plataforma TRACTIAN

Dentro da plataforma é possível estabelecer uma frequência de leitura, por exemplo: a cada hora, dia ou ano. E quando criada, o responsável receberá uma notificação para adicionar a leitura no período indicado. 
Depois de criada a métrica é possível estabelecer uma automação para que uma ordem de serviço seja criada automaticamente toda vez que o nível for abaixo ou acima do limite especificado.

Ordem de serviço gerada na plataforma TRACTIAN

Usando uma ferramenta completa é possível encontrar todas as informações que o time de manutenção precisa, para realizar as demandas diárias, assim fica mais rápido, fácil e principalmente assertivo executar a manutenção industrial.  

A solução eficaz que você procura

A informação é uma das ferramentas mais importantes que qualquer profissional de manutenção pode ter. Quanto mais informações tiver, menos intuição e suposições as inspeções terão.

Se você está preparado para gerenciar os dados que chegam até você, contate um dos nossos especialistas e tenha um acompanhamento real das métricas dos seus ativos. 

Compartilhe:

Icon - Compartilhe no facebookIcon - Compartilhe no LinkedinIcon - Compartilhe no Whatsapp

Sobre o autor:

Foto do Autor

Pedro Piovesan

Engenheiro formado pela Universidade do Estado de Santa Catarina, com mais de 10 anos de atuação nos ramos de Indústria 4.0, metal-mecânica, fabricação de máquinas e hidráulica. É Head de Engenharia de Aplicações e Sucesso do Cliente na TRACTIAN.

Linkedin do Autor
smart-trac-chip-blog-Tractian

Está gastando muito com a manutenção inesperada de suas máquinas?

Preencha abaixo o seu e-mail e descubra com o nosso especialista como reduzir esse custo!