Capa

Bombas hidráulicas e suas principais falhas

As bombas hidráulicas são consideradas o coração de um equipamento, elas que fornecem à máquina a força necessária para trabalhar conforme o planejado. 

Esse equipamento é essencial em circuitos hidráulicos, sendo acionado diretamente por motores elétricos. A bomba transmite energia por meio de um fluido hidráulico (geralmente óleo ou água), sendo  consideradas equipamentos rotativos, utilizados para converter energia mecânica em energia hidráulica (vazão) em fluidos pressurizados. 

O equipamento, especificamente à base de óleo, é extremamente requisitado por sistemas de máquinas que utilizam acionamentos por deslocamento. Como exemplo, segmento de máquinas da linha amarela (tratores, retroescavadeiras, etc.) onde sistemas hidráulicos são requisitados.

Por isso, investir em uma manutenção eficiente nas bombas hidráulicas é um trabalho rentável para o futuro da companhia. Realizando-a com uma certa frequência é possível antecipar falhas potenciais e economizar em prejuízos relacionados a rotina do quebra e conserta do equipamento. 

Como funciona a bomba hidráulica?

A bomba hidráulica tem a função de produzir pressão para movimentar os fluidos que compõem os sistemas hidráulicos. Funciona basicamente pela ação mecânica que cria um vácuo parcial na entrada da bomba, isso faz com que a pressão atmosférica force o escoamento do fluido do tanque, por meio da linha de sucção. A bomba, por sua vez, conduz para a saída, forçando-o sob pressão do sistema hidráulico.

Existem vários tipos de bombas hidráulicas, entre os mais comuns temos: a bomba de engrenagens e a bomba hidráulica de palhetas. 

  • A bomba de engrenagens é constituída por engrenagens que giram dentro de uma estrutura e bombeia o óleo.
  • A bomba hidráulica de palhetas possui o eixo excêntrico de um compartimento interno, tendo fluido transportado dentro do compartimento até ser forçado a sair pela área de descarga do equipamento.  

Problemas em bombas hidráulicas

Como todo equipamento, as bombas hidráulicas também estão propensas a possíveis problemas. Basicamente os problemas que ocorrem nas bombas hidráulicas surgem com alguns indícios (modos de falha), que são: aumento gradativo de ruído e aquecimento acima do normal. 

Listamos abaixo alguns motivos que causam esse problema: 

Cavitação

A cavitação é um problema grave que ocorre quando o ar é liberado do fluido hidráulico, durante a despressurização momentânea na bomba de sucção. Essas bolhas de ar são implodidas nas superfícies metálicas na descarga. O problema é que essas implosões são extremamente destrutivas para as superfícies da bomba. Os problemas de cavitação em bombas hidráulicas (água ou óleo) podem ser causados por:

  • Vaporização;
  • Turbulência;
  • Síndrome das palhetas;
  • Recirculação interna;
  • Aspiração de ar (indevidamente)

Ar no sistema

O ar em específico pode ficar preso no sistema e irá dissolver no óleo, sendo transportado para dentro do reservatório, de onde ele irá escapar. 

Quando isso é identificado por meio de uma manutenção ou inspeção, pode ser rapidamente resolvido por sangria a partir de pontos elevados na tubulação, e especialmente em pontas dos cilindros. 

Um dos problemas de ar no sistema é causado a partir de vazamentos, fazendo com que o óleo tenha um aspecto leitoso logo após a inicialização do sistema. E por isso, o óleo normalmente irá se limpar algum tempo depois do seu desligamento. Importante nesse caso é identificar o local de entrada do ar no sistema, para isso cheque os pontos abaixo:

  • Nível do óleo – se está ideal;
  • Vedações da bomba;
  • Vedações de válvulas e cilindros;
  • Conexões em geral;

Propriedades do óleo

O funcionamento irregular de uma bomba hidráulica pode ser causado pela má qualidade do óleo do sistema. Um sistema hidráulico requer um óleo de alta qualidade e bem cuidado, com particulado e temperatura controlados. 
Lembre-se que a ideia de se preocupar em manter o nível de óleo sempre aferido não é tudo. Sabemos que a qualidade do óleo é a principal preocupação que devemos ter com um sistema hidráulico, ainda mais sobre a vida útil da bomba. Os principais problemas que podem afetar o funcionamento da bomba hidráulica são:

Desgaste

Como qualquer equipamento rotativo, uma bomba hidráulica está sujeita ao desgaste  por dois motivos: 

  1. Desgaste forçado: é a deterioração dos componentes internos da bomba hidráulica citados pelos itens acima. Isso acontece quando todo o sistema trabalha de forma incorreta, problemas de qualidade do óleo, temperaturas elevadas, falta de manutenção e inspeção do sistema.
  2. Desgaste natural: nesse caso é a deterioração dos componentes devido ao uso prolongado do equipamento sem que ele tenha apresentado problemas. Com isso, é normal que os componentes internos apresentem um desgaste, devido a longa vida de uso. As vedações ficam duras e quebradiças, as superfícies de contato se desgastam, os rolamentos apresentam folgas, consequentemente perdem sua capacidade de resistir à pressão do sistema. Estas condições irão diminuir gradualmente a potência (variação de vazão) e aumentar os vazamentos internos, chegando até a quebra e inutilização do equipamento.

Monitoramento online, a melhor estratégia

Aliado à estratégia da análise de óleo, de longe o monitoramento online de vibração e temperatura é a tática mais adequada para bombas hidráulicas.


Este tipo de técnica preditiva poderá exercer todo o controle, de forma remota, dispensando as desmontagens e paradas das bombas hidráulicas sem necessidade. Ou seja, este tipo de manutenção serve para monitorar e acompanhar suas condições e evitando assim sua degradação.

Por meio de mensagens recebidas no celular é possível saber o estado da sua bomba em tempo real, quando será realizada a próxima manutenção, tempo de funcionamento e como está o nível do óleo do seu equipamento.

Com isso, você evitará paradas inesperadas, perdas de produtividade e terá maior confiabilidade do seu ativo. Utilizar a inteligência de gestão é empregar a tecnologia para poder exercer parte do trabalho da manutenção.   

Se você ficou interessado em obter um novo método de monitoramento das bombas hidráulicas na sua empresa, e aliar-se à tecnologia nos serviços para contar com melhores resultados na manutenção, contate um dos nossos especialistas.

Compartilhe:

Icon - Compartilhe no facebookIcon - Compartilhe no LinkedinIcon - Compartilhe no Whatsapp

Sobre o autor:

Foto do Autor

Luis Cyrino

Consultor e instrutor de treinamentos industriais no Manutenção em Foco, graduado em Administração de Empresas, pós graduado em Engenharia e Inovação e MBA em Gestão empresarial pela FGV. Especialista em Gestão da Manutenção e produção de conteúdo voltados para os setores industriais e do agronegócio.

Linkedin do Autor
smart-trac-v4-chip-Tractian

Está gastando muito com a manutenção inesperada de suas máquinas?

Preencha abaixo o seu e-mail e descubra com o nosso especialista como reduzir esse custo!