Logo da Tractian

Voltar para o Blog

Capa

Manutenção de motores elétricos: saiba como cuidar do coração da indústria

Se tem uma coisa que não pode, em hipótese alguma, ser negligenciada na indústria é o motor elétrico. De acordo com a Procel, ele é responsável por 68% do consumo de energia elétrica no setor industrial brasileiro (e em alguns segmentos, como o têxtil, o consumo chega a 98%). Logo, não seria exagero dizer que esse equipamento é o coração da indústria: essencial para todas as etapas da produção, não há fábrica ou oficina capaz de sobreviver sem ele.

O bom gestor de manutenção, portanto, vai sempre voltar seu olhar aos motores, atendo-se às suas especificações e instalações corretas e garantindo que trabalhem sob as melhores condições e parâmetros de rendimento – evitando, assim, quebras nas máquinas e paradas inesperadas na produção. 

Mas, convenhamos, não basta apenas verificar os motores de vez em quando, realizar uma manutenção preventiva aqui e ali, e querer que tudo ocorra como programado. É preciso elaborar um plano de manutenção estratégico, com técnicas variadas e que se apoiem na tecnologia, para de fato antecipar as falhas e manter o comportamento dos motores elétricos (e de todo o maquinário) sob seu controle.

A TRACTIAN separou algumas dicas para te ajudar a não apenas evitar motores quebrados e prejuízos à organização, mas também melhorar o desempenho dos seus equipamentos e da equipe, reduzindo os custos com manutenção e aumentando a lucratividade da empresa. Confira a seguir algumas técnicas acessíveis e assertivas de cuidado e acompanhamento de motores elétricos. Boa leitura!

O plano ideal de manutenção

Conforme já dissemos, de nada adianta manter um plano de manutenção mediano e previsível, constituído principalmente de inspeções preventivas aleatórias e reparos emergenciais que pesam no bolso da organização. Um bom plano de manutenção de motores elétricos exige verificação constante, detalhada e individual, considerando as especificações e condições de cada motor. 

Como você já deve saber, é fundamental que o gestor tenha sempre em mãos um controle com todos os dados da máquina, sua documentação técnica, a data da última inspeção, descrições dos reparos feitos etc. Esse tipo de registro ajuda a equipe a determinar a causa das falhas repentinas, evitando que as mesmas voltem a acontecer.

No próximo tópico, elencaremos algumas das principais atividades preventivas que constituem um bom plano de manutenção dos motores elétricos. Devemos destacar, no entanto, que embora as inspeções rotineiras sejam importantes, o plano deve priorizar a coleta de dados, a verificação constante e a análise dos indicadores do ativo para garantir que as falhas serão evitadas e não irão arriscar o fluxo correto da produção. E, para garantir que todas essas necessidades sejam atendidas da melhor forma, não há estratégia mais rentável e assertiva que a implementação de técnicas preditivas no lugar das preventivas. 

Saiba mais sobre manutenção preditiva no Guia Completo da TRACTIAN.

Já imaginou visualizar os dados do seu motor em tempo real e alarmes automáticos sobre a saúde do ativo? Isso é possível quando o plano de manutenção conta com softwares de monitoramento online de ativos, baseados em inteligência artificial. Através dessas ferramentas preditivas, você tem acesso a análises, insights e Ordens de Serviço automatizados que indicam exatamente quando e onde devem ser feitos reparos e inspeções preventivas, reduzindo os custos com manutenção e facilitando o trabalho da equipe.

Print real da plataforma TRACTIAN – alarme de desalinhamento detectado

É esse o plano ideal de manutenção de motores elétricos, perfeito para líderes que entendem a importância de cuidar bem do coração da indústria e estar sempre um passo à frente da falha e das paradas inesperadas na produção. Mas, é claro, mesmo com a ajuda da tecnologia e de ferramentas inteligentes que monitoram o motor 24/7, não devemos descartar completamente as rotinas preventivas, que também trazem bons resultados à organização quando feitas de forma estratégica. Conheça a seguir algumas atividades de prevenção que podem melhorar o desempenho de seu motor elétrico e prolongar sua vida útil.

Inspeções preventivas: atividades fundamentais

Antes de apresentar as atividades fundamentais para a parte preventiva do plano de manutenção, é importante lembrar a necessidade de garantir que as condições às quais os motores elétricos estão submetidos não irão prejudicar o cumprimento de sua função especificada.

É comum, por exemplo, encontrar essas máquinas em ambientes sujeitos a contaminações e altas temperaturas – características externas que devem ser levadas em consideração pelo plano de manutenção, uma vez que diminuem o tempo de vida útil do motor. Outro fator que merece a atenção é a operação: ela pode ter regime variável ou fixo, pode ser contínua ou com várias partidas durante o dia. Tudo isso vai influenciar o cálculo da criticidade do motor e, consequentemente, a necessidade de manutenção.

O gestor também deve ter todas essas informações ao seu alcance na hora de designar o motor elétrico correto para cada aplicação – caso isso seja feito de forma equivocada, nem mesmo a melhor manutenção evitará as quebras do equipamento. Um bom exemplo seria uma operação exposta ao vapor: se os motores nela aplicados não tiverem pintura e proteção adequadas, o cálculo do MTBF (Mean Time Between Failures), indicador excelente para a mensuração da confiabilidade da máquina, será prejudicado.

Quer saber mais sobre o MTBF e outros indicadores indispensáveis para a gestão da manutenção? Confira este artigo da TRACTIAN.

Não podemos deixar de mencionar (embora você já deva estar cansado de saber) o quão fundamental é a instalação correta do motor elétrico – o que inclui o alinhamento mecânico, o sistema de proteção do consumo de energia e, é claro, o manuseio realizado por uma mão de obra qualificada.

Por fim, a análise das condições dos motores também auxilia o gestor na hora de definir a frequência e o rigor das inspeções preventivas. Elas não podem ser generalizadas e nem aleatórias: devem variar de acordo com a criticidade do motor, seu funcionamento, seu tempo em atividade, o ambiente onde está inserido, entre outros indicadores. É por isso que é tão recomendada a adoção de tecnologias preditivas que medem os indicadores automaticamente e calculam a periodicidade ideal para as inspeções preventivas de cada motor.

Ainda duvida dos benefícios do uso da tecnologia na gestão da manutenção? Mude de ideia com este artigo da TRACTIAN.

Agora que já sabe dos pontos aos quais se deve prestar atenção para garantir o bom desempenho dos motores elétricos, confira abaixo alguns itens para incluir no planejamento de inspeções preventivas rotineiras, semestrais e anuais desses equipamentos:

Monitoramento online: a cereja do bolo

Como você já deve ter entendido, o plano de manutenção precisa ser diversificado, estratégico e não generalizado, contemplando as individualidades de cada motor elétrico e suas aplicações. Um motor de corrente contínua, por exemplo, conta com o elemento de desgaste das escovas, o que o faz precisar ainda mais de um acompanhamento frequente e completo – ao contrário de um motor de corrente alternada, que conta com rolamentos blindados que nem precisam de relubrificação.

É por isso que a vibração, a temperatura, o desbalanceamento e as demais manifestações dos motores elétricos (principalmente as daqueles com maior criticidade) devem ser acompanhadas e avaliadas em tempo real. Só assim o gestor de manutenção garante que nenhum sintoma de falha passará batido e que, portanto, nenhuma parada inesperada prejudicará a produção.

Print real da plataforma TRACTIAN – alarme de desbalanceamento detectado em um motor de bomba de água

A boa notícia é que, graças aos avanços da tecnologia e da influência da inteligência artificial na engenharia da manutenção, você e sua equipe podem se concentrar em tarefas mais importantes enquanto o trabalho de coleta e análise de dados da máquina é feito de forma automática. Soluções de monitoramento online como a TRACTIAN não fazem vista grossa e escutam o equipamento com atenção, avaliando e enviando ao gestor insights sobre tudo o que está acontecendo e ainda pode acontecer no motor elétrico.

Além disso, a plataforma também automatiza Ordens de Serviço e indica aos manutentores exatamente quando e onde devem ser feitas inspeções preventivas. Assim, a empresa não perde tempo e nem dinheiro com as revisões aleatórias e diminui os gastos com manutenção – além de aumentar a lucratividade à medida que os ativos se tornam mais confiáveis e disponíveis graças à manutenção preditiva.

Uma das principais análises automáticas oferecidas pelo software de monitoramento online de ativos é a de vibração. Por meio dela, é possível identificar problemas possivelmente fatais para o motor elétrico e prejudiciais à produção e até à segurança dos profissionais. Entre os principais defeitos detectados a tempo pela TRACTIAN, estão:

Ao evitar problemas capazes de quebrar a máquina e pesar no orçamento da organização, as tecnologias de manutenção preditiva mostram que vieram para revolucionar os planos de manutenção industrial. Conforme já dissemos no tópico sobre o plano ideal, não há escolha mais rentável e assertiva para o gestor do que a implementação de ferramentas de monitoramento online do motor elétrico, especialmente daqueles de maior criticidade. 

Cuide bem do coração da sua indústria

Órgãos vitais para toda a operação industrial, os motores elétricos exigem um plano de manutenção atento, detalhado, estratégico, automatizado e – como essas características não existem separadas – majoritariamente preditivo.

As atividades de inspeção rotineira, semestral e anual que citamos no segundo tópico são importantes, mas precisam ser pensadas junto às ferramentas preditivas ao invés de programadas aleatoriamente. Dessa forma, o gestor garante que a produção seguirá o fluxo esperado e que a empresa não será prejudicada por falhas completamente evitáveis.

Tanto seus motores elétricos quanto sua equipe merecem uma gestão de manutenção inteligente, assertiva e atualizada, que conte com um software de monitoramento online capaz de realizar análises em tempo real e enviar insights completos aos manutentores. Isso porque essas soluções agem como um estetoscópio e escutam a fundo o seu equipamento, garantindo que mesmo os mais mínimos sintomas de falhas futuras sejam identificados a tempo. É aquele famoso ditado: melhor prevenir do que remediar, certo?

Caso seja de seu interesse prolongar a vida útil dos corações da sua indústria com a ajuda de uma tecnologia de ponta, não hesite em falar com a TRACTIAN. Agende uma demonstração da nossa solução e transforme a forma como sua equipe cuida dos ativos mais essenciais à produção.

Compartilhe:

Icon - Compartilhe no facebook
Icon - Compartilhe no Linkedin
Icon - Compartilhe no Whatsapp

Sobre o Autor:

Foto do Autor

Alex Vedan

Designer Industrial pela UNESP. Possui especialização em projeto de produto com ênfase em fabricação digital, inovação e comunicação. Contribuindo na criação de conteúdos relevantes para a indústria. É Head de Marketing na TRACTIAN.

Linkedin do Autor

Voltar para o Blog

smart-trac-chip-movel-Tractian

Está gastando muito com a manutenção inesperada de suas máquinas?

Preencha abaixo com o seu e-mail para receber os nossos guias que podem te ajudar a reduzir esse custo!