Capa post como-evitar-falhas-na-industria-alimenticia

Como evitar falhas na Indústria Alimentícia?

Tempo de leitura: 8 min

A indústria alimentícia é um dos pilares da economia brasileira. Quer saber por quê? Ela sozinha representa 10,6% do PIB do Brasil e gera 1,72 milhão de empregos formais e diretos, de acordo com o balanço anual de 2021 da Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (ABIA).

Fica evidente que é um setor relevante para o desenvolvimento do país como um todo, mas também nos impacta individualmente: é responsável pela transformação dos produtos desde que saem do campo até nossas mesas. Tudo o que comemos vem da indústria alimentícia, por isso é vital que ela mantenha um ritmo constante.

E, quando falamos de sustentar um ritmo, falamos em manutenção. Evitar que as máquinas de uma fábrica quebrem é uma etapa crítica para manter esse fluxo constante de produção de alimentos e, portanto, também manter a economia circulando. 

Confira nosso guia completo sobre Manutenção Preditiva

Além disso, estamos tratando de produtos e matérias-primas perecíveis, e prejuízos nesse sentido podem impactar a segurança alimentar de quem os consome. Isso é, uma falha em uma máquina ou parada na produção (gargalos industriais) podem significar insumos estragados e intoxicações do consumidor.

Por esse motivo, trouxemos um artigo completo sobre a importância da boa gestão de todos os ativos na indústria alimentícia, como evitar falhas nesses ativos, principais cuidados por parte da equipe, para evitar paradas inesperadas e gargalos de produção no processo produtivo. Boa leitura!

Por esse motivo, trouxemos um artigo completo sobre a importância da boa gestão na indústria alimentícia, como evitar falhas nesses ativos e principais cuidados por parte da equipe, para evitar paradas inesperadas. Boa leitura!

Manutenção na Indústria Alimentícia

Há uma relação direta entre manutenção e alimentos. Claro, a depender da indústria, existem características particulares sobre a produção, conservação e perecibilidade dos insumos no setor de alimentos, mas a linha comum a todas as operações é que manter as máquinas funcionando garante a qualidade do produto e a segurança alimentar do consumidor.

Obter tudo isso é possível por meio de uma boa gestão da manutenção como primeiro passo, que ainda mantém a continuidade dos processos e aumenta a confiabilidade dos ativos.

TRACTIAN é eleita um dos 3 melhores softwares de manutenção do mundo

O conceito de gerenciamento de ativos pode parecer um pouco distante nesse contexto — é por isso que trouxemos algumas práticas que a equipe de manutenção pode adotar para evitar falhas e potencializar a manutenção.

Quais cuidados a equipe de manutenção precisa ter na indústria alimentícia?

A principal função dos mantenedores aqui, é garantir que os equipamentos funcionem adequadamente, aumentando o ciclo de vida.

Consegue imaginar lidar com alimentos que demandam refrigeração com um compressor de amônia quebrado, por exemplo? Causaria descarte de matéria-prima ou produto finalizado, além de grandes prejuízos para a empresa.

Baixe gratuitamente o guia completo da Curva da Banheira

Quebras inesperadas de máquinas e a consequente interrupção na linha de produção não podem acontecer em uma boa gestão de ativos. Mas, para que a equipe de manutenção não tenha que trabalhar à base de suposições, pode contar com ajuda de sistemas de gestão da manutenção, principalmente para planejar e executar atividades.

EAM ou CMMS: definições, diferenças e a melhor alternativa para sua empresa

Esses sistemas, que muitas vezes vêm em formato de softwares CMMS, têm diversas funcionalidades para centralizar a rotina da equipe, eliminar planilhas, automatizar Ordens de Serviço, gerar métricas, medir indicadores de desempenho, planos de manutenção, entre muitas outras que facilitam o dia a dia de trabalho no chão de fábrica.

Confira 8 indicadores indispensáveis para gestão da manutenção

Por exemplo, na indústria alimentícia, os ativos mais comuns são motores elétricos, motores para moinhos, motobombas e separadores decanter. Isso significa que essas categorias de máquinas devem ser priorizadas na manutenção, sem pensar apenas em manutenção corretiva. Um software CMMS ajuda as equipes de manutenção nesse caso, reduzindo processos manuais. Montam primeiro uma Árvore de Ativos para visualizar todas as máquinas com clareza, classificam elas de acordo com criticidade e automatizam a elaboração de um plano de manutenção para que nenhuma etapa passe despercebida.

Benefícios de uma boa gestão de ativos na Indústria Alimentícia

Além de ter uma linha de produção de ativos mais confiáveis e disponíveis, como mencionado acima, uma boa gestão traz diversas outras vantagens. Ao prever falhas em estágio inicial, é possível intervir com antecedência, sem gerar grandes impactos na produção.

TRACTIAN foi eleita solução favorita de CMMS e OEE no ranking da Capterra 2021

Essas mesmas intervenções também se tornam mais assertivas, já que o time sabe o que, como e quando cada atividade deve ser feita. Isso, por sua vez, aumenta a vida útil das máquinas e todos os seus componentes: se as trocas e reparos são realizados apenas quando necessário, os ativos da empresa são melhor aproveitados.

No caso da Indústria Alimentícia, um benefício adicional é que, com tempos mais curtos de intervenção nas máquinas, as chances dos técnicos e mantenedores contaminarem a linha de produção e alimentos perecíveis também é menor. Como mencionado, essas empresas têm um rigor altíssimo no controle de qualidade, então a manutenção precisa ser ainda mais presente.

Vantagens de uma boa gestão da manutenção

CMMS na prevenção de falhas na Indústria Alimentícia

Uma alternativa de CMMS é o TracOS™, da TRACTIAN. O software de gestão da manutenção possibilita automatizar e aumentar a eficiência de todos os processos anteriormente mencionados. 

O que é TRACTIAN e como te ajuda na gestão da manutenção?

Com o TracOS™, é possível criar e gerenciar planos de manutenção, automatizar Ordens de Serviço e manutenções preventivas, criar procedimentos para organizar checklists e inspeções, transformar dados em métricas e indicadores, catalogar inventário, entre diversas outras funcionalidades.

Sensor Smart Trac usado para monitoramento online de máquinas industriais

O software foi desenvolvido para otimizar e facilitar rotinas de equipes de manutenção — para que deixem para trás os papéis, impressoras e planilhas que podem facilmente se perder ou gerar atrasos e, no caso da indústria alimentícia, acarretar no desperdício de matéria-prima ou insumo perecível e colocar em cheque o rigor em relação à qualidade.

Esse é o sistema preditivo completo. Os sensores Smart Trac coletam informações de temperatura, análise de vibração e horímetro das máquinas. Enquanto isso, os sensores Energy Trac podem coletar e monitorar as principais grandezas: Corrente e Tensão trifásica, Potência Ativa e Reativa e Fator de Potência. Mas, não basta apenas coletar dados, eles precisam ser analisados e transformados em ações, e para isso precisam do TracOS™.

Sensor IoT e plataforma de monitoramento online de máquinas

E tudo isso, tanto as coletas e análises de dados quanto o planejamento de atividades, é feito na mesma plataforma integrada que pode ser levada a qualquer lugar via TRACTIAN App.

Assim a equipe está em contato constante com a condição das máquinas em tempo real, com auxílio de planos de manutenção e procedimentos detalhados e, ao menor sinal de falha, podem intervir assertivamente de forma preditiva, diminuindo custos de manutenção.

A Corteva Agriscience é um exemplo de empresa que adotou os sensores IoT (Internet of Things) e a plataforma de monitoramento online da TRACTIAN. Na planta de Jacareí da companhia agrícola, a limpeza periódica é essencial para garantir um bom desempenho dos equipamentos.

Com a intenção de antecipar falhas, a equipe de manutenção da Corteva recebeu diversos alertas por meio de coleta de dados em tempo real dos sensores Smart Trac — um desses insights, inclusive, conseguiu evitar uma quebra que poderia custar entre R$20 e R$60 mil.

Conheça a nova rotina de manutenção da Corteva Agriscience

Como detectar desalinhamento

Após os sensores coletarem os dados, a plataforma emitiu esse insight de desbalanceamento no 1º harmônico (H1), onde o limite estabelecido foi ultrapassado. Após o alerta, a equipe interviu e os níveis da Velocidade RMS voltaram a ficar abaixo da Zona Crítica da ISO 20816, como explicou Fernando Micron Cortes Vicente, líder de manutenção da Corteva.

TRACTIAN é uma das empresas de software que mais crescem no mundo

Neste outro exemplo, uma das Indústrias Alimentícias clientes da TRACTIAN tinha um compressor de amônia crítico para a operação. No caso de quebra desse equipamento, a falta de refrigeração afetaria a linha de produção inteira.

O prejuízo nesse caso seria incalculável, já que uma linha de produção inteira ficaria sem a refrigeração necessária para a qualidade e segurança do consumo desses produtos, critérios tão rígidos nessa indústria. Fora isso, teria uma clara queda na qualidade do produto, horas perdidas de máquina parada e muito refugo.

Eixo desalinhado detectado

O sistema de monitoramento online da TRACTIAN detectou uma falha de desalinhamento no acoplamento entre o motor e o compressor, como mostrado acima. Isso aconteceu porque o modelo matemático aliado à Inteligência Artificial notou uma anomalia na proporção entre as intensidades de frequências no 1º e 2º Harmônico de rotação nas direções axiais e radiais.

Análise espectral a partir de monitoramento online

Após receber o insight, a equipe de manutenção prontamente realizou a intervenção no compressor e constatou que o que estava causando o desalinhamento era o acoplamento, que apresentava sinais de desgaste. 

O problema foi resolvido de forma programada com ajuda da produção, levando em consideração todos os procedimentos de segurança específicos da indústria alimentícia. 

A partir desse alerta e prescrição, a equipe percebeu que as rotas de verificação dos acoplamentos deveriam ter um intervalo de tempo entre inspeções reduzido e alteraram o plano de manutenção. Assim fica evidente a importância do monitoramento online de ponta em ativos críticos, não é?

O objetivo da TRACTIAN é facilitar e potencializar a rotina dos profissionais da manutenção, que mantêm as indústrias — a espinha dorsal da nossa economia — funcionando. Se interessou pela solução de gestão da manutenção e monitoramento online? Entre em contato com nossos especialistas e agende uma demonstração!

Compartilhe este artigo

Compartilhe no FacebookCompartilhe no LinkedInCompartilhe no Whatsapp

Sobre o autor:

Foto do Autor

Erik Cordeiro

Engenheiro eletricista formado pela Universidade Federal de São Carlos, especializado em manutenção industrial e gestão de energia. É engenheiro de aplicações na TRACTIAN.

Linkedin do Autor

Posts Relacionados



Compartilhe este artigo

Compartilhe no FacebookCompartilhe no LinkedInCompartilhe no Whatsapp
smart-trac-chip-blog-Tractian

Está gastando muito com a manutenção inesperada de suas máquinas?

Preencha abaixo o seu e-mail e descubra com o nosso especialista como reduzir esse custo!

Está quase, !

Só precisamos de mais algumas informações: