Logo da Tractian

Voltar para o Blog

Capa

Conheça a nova rotina de manutenção da Corteva Agriscience

De Olho Na Falha: é uma série de artigos sobre histórias de profissionais da manutenção que implementaram a nossa solução e foram salvos de quebras repentinas e máquinas paradas. Para conhecer outros cases, como o da Embraer, AmstedMaxion e Ahlstrom Munksjo acesse o nosso blog. 

A empresa

A Corteva Agriscience é uma multinacional, resultado da fusão dos negócios agrícolas da Dow Química e da DuPont. A empresa atua em três pilares: sementes, proteção de cultivos e agricultura digital, para que os produtores possam maximizar sua produtividade e rentabilidade.

Seu propósito é melhorar a vida daqueles que produzem e daqueles que consomem, garantindo o progresso das próximas gerações. A Corteva possui uma equipe com décadas de experiência no setor agrícola, com foco na promoção de uma cultura baseada no desempenho. Além disso, a empresa está comprometida com práticas agrícolas sustentáveis, em benefício de produtores e consumidores, em nível global.

Como parte da estratégia, o Brasil é sem dúvida um mercado fundamental. Atualmente, a Corteva possui 4 mil pesquisadores, 150 centros de pesquisa em 25 países e está presente em seis continentes. No Paraguai possuem um escritório, e no Brasil contam com 25 unidades, dessas 10 são dedicadas à pesquisa e desenvolvimento de novos produtos para atender às necessidades da região.

Uma história de crescimento

Fernando Miron Cortes Vicente é engenheiro químico e iniciou sua carreira na planta de Jacareí – SP, quando ainda era Dow Química, como estagiário.

Efetivado como engenheiro de melhorias, passou por diferentes setores da empresa como: confiabilidade e engenharia de produção, sendo a função de maior tempo que atuou. 

Eu comecei a minha carreira aqui e passei pela transição da Dow Química para Corteva. Desde o estágio até hoje, já estou há 8 anos e meio na mesma planta.

O primeiro contato com a solução TRACTIAN

Há um ano e meio como líder de manutenção, Fernando conta que a unidade em que trabalha não é grande, mas possui alta capacidade produtiva.

O processo produtivo da unidade de Jacareí, possui pastas com alto teor de sólidos e com características incrustantes. Isso exige uma boa disciplina de limpeza periódica para garantir um bom desempenho dos equipamentos.  

Sensor da TRACTIAN colado à um ativo da planta

A empresa possui um contrato de preditivas que realiza a análise de vibração com determinada frequência, dependendo da criticidade do equipamento e da taxa de falhas. 

Por conta da planta operar 24 horas por dia, 7 dias da semana, as paradas não são frequentes e quando ocorrem é por manutenção ou para limpeza, e na maioria das vezes, mesmo fazendo a preditiva mensal, algumas falhas ou comportamentos anômalos não eram identificados ou a equipe perdia a tendência, além da falta de backup para os ativos em caso de defeitos.

Encontrei a TRACTIAN por indicação de um colega, ele me passou o contato e comecei a acompanhar. Mas antes era basicamente isso, a gente até tinha uma boa base de preventiva e preditiva, mas ainda assim não tínhamos o monitoramento online.

Primeiros insights detectados

Apesar da equipe de manutenção estar operando com o uso dos sensores da TRACTIAN há poucos meses, diversos alertas pela plataforma já foram identificados. 

Atualmente contam com 10 sensores espalhados pela fábrica. A escolha desses ativos se deu por meio da criticidade, ou seja, priorizou-se os equipamentos mais importantes para linha de produção da Corteva para serem monitorados.

Para saber como escolher os ativos certos e aplicar o monitoramento online acesse aqui.

A gente fez uma seleção e na realidade eram até 7 ou 8 ativos que realmente precisariam, mas colocamos 10 pela questão de observar de perto outros equipamentos que tínhamos curiosidade.

Sensor da TRACTIAN colado em um equipamento

Fernando relata que a indústria possui alguns ativos que foram cruciais para implementar o uso dos sensores. Entre eles, duas bombas onde a taxa de falha era altíssima, com um padrão vibracional oscilante. E um tag exaustor: B270, com uma questão de incrustação que desbalanceia com o tempo, por conta do produto que gruda no motor.

Estávamos com uma parada planejada, só que uma semana antes a vibração subiu muito e o sensor pegou. E o mais curioso é que fizemos a amostra da análise de vibração uma semana antes do insight ser emitido, e se esperássemos um mês, talvez, não íamos perceber. Você percebe ruído na área mas sem o dado, não tem como confirmar.

Insight gerado pela plataforma TRACTIAN sobre uma mudança no perfil de vibração

Para a companhia, realizar o monitoramento online tem ajudado em detecções de vibração, como no gráfico acima, onde  ruptura de -5,47% foi detectada antes que causasse um prejuízo maior.

O sensor tem sido útil para tomada de decisões, para saber se paramos antes ou não, de ver até quando o equipamento pode operar. Mas agora nós temos dados para saber o quão essa sujeira está afetando a vibração do equipamento.

Além da mudança no perfil de vibração, dentro do mesmo período, o sensor detectou ainda um desbalanceamento e um desalinhamento. 

Insight gerado pela plataforma TRACTIAN sobre um desbalanceamento detectado

Nesse insight gerado pela plataforma foi identificado um desbalanceamento no 1º harmônico (H1), onde o limite estabelecido foi ultrapassado. O valor do H1 é muito elevado quando comparado a média histórica do período. Após o alerta, uma preventiva foi feita e, como mostra a imagem abaixo, os níveis da Velocidade RMS voltaram a ficar abaixo da Zona Crítica ISO limite.

A plataforma também detectou um desalinhamento, que é quando o valor do Harmônico 2 (H2) é alto quando comparado ao Harmônico 1. No caso da Corteva, o H2 aumentou 30% que o H1. 

Insight gerado pela plataforma TRACTIAN sobre um desalinhamento detectado

Ambos alertas evitaram enormes prejuízos. Em um deles, o insight emitido, conseguiu evitar uma quebra que poderia custar de R$20 e R$60 mil.

O diferencial da TRACTIAN

Para o Fernando, ter acesso aos perfis de vibração, aceleração e velocidade e não apenas às tendências globais é um dos maiores diferenciais da plataforma. 

A plataforma possui um dos maiores diferenciais do processo, um dos  exemplos é a acessibilidade de comunicação. Os insights chegam direto pelo celular e você já pode responder e resolver o problema por lá mesmo.

O engenheiro ainda destaca que a interface que é disponibilizada, é muito intuitiva de ser gerenciada, preenchida e manuseada.  

A facilidade de instalar também é outro ponto que destaco. O fato de você não ter que instalar um modem ou algo do tipo, é uma grande vantagem. Eu só preciso de uma tomada com energia elétrica e consigo fazer a análise.

A empresa possui alguns equipamentos críticos que, quando param, impactam o plano de produção. O monitoramento online foi capaz de identificar 3 anomalias que tinham alto potencial de evolução e que poderiam resultar na falha do equipamento em algumas horas. 

A identificação destas falhas em seu início, permitiu que fizéssemos um reparo simples, barato e que quase não impactou a produção.

Para melhorar a praticidade e confiabilidade na manutenção da sua empresa, assim como o Fernando, entre em contato com um dos nossos especialistas e aposente a manutenção convencional. 

Compartilhe:

Icon - Compartilhe no facebook
Icon - Compartilhe no Linkedin
Icon - Compartilhe no Whatsapp

Sobre o Autor:

Foto do Autor

Alessandra Locatelli

Jornalista formada pela UNIFAE, especialista em conteúdos focados nas áreas de Indústria e Manutenção. Contribuindo na criação e divulgação de assuntos relacionados a manutenção, indústria e tecnologia na TRACTIAN.

Linkedin do Autor

Voltar para o Blog

smart-trac-chip-movel-Tractian

Está gastando muito com a manutenção inesperada de suas máquinas?

Preencha abaixo com o seu e-mail para receber os nossos guias que podem te ajudar a reduzir esse custo!